0
Antonio Carlos Costa

03ednaezequiel

Socorro! Sete crianças foram vítimas de bala perdida no Rio de Janeiro este ano! 

Socorro! Ruan Bruno Gomes Nunes, de 2 anos, morreu após ser atingido por uma bala perdida na comunidade Metrô Mangueira, na Zona Norte, na madrugada deste sábado, enquanto dormia no barraco no qual morava! 

Socorro! A minha cidade não protesta quando criança pobre é vítima de bala perdida. Crianças estão morrendo. Crianças pobres estão morrendo! Crianças! 

Socorro! As famílias das vítimas não são socorridas pelo Estado!

Socorro! Tem gente que vive da venda de arma e munição para bandido!

Socorro! Os crimes contra a vida não são punidos no Brasil!

Socorro! Não sei o que fazer! Como evitar mais mortes? Gritamos: "criança baleada!", "morte de criança!", "pobre chorando", e não somos ouvidos!

Socorro! Tenho minha casa como local sagrado. Nela, moram meus filhos. Que os tenho comigo. A quem amo. Neste momento, minha filha brinca no jardim de casa. Ruan morreu com um tiro no peito. Sua família não o tem mais! O pobre geme e sua dor é ignorada!

Socorro! A sociedade do meu país ainda não entendeu que os céus prescrevem impeachment para as orações de quem vê o desespero do pobre e não se compadece!

 

Antônio C. Costa

Ps. A foto que flagrou o momento em que Edna (mãe) recebeu a notícia da morte de Alana (filha), de 12 anos, morta no dia 5 de março de 2007 num tiroteio entre policiais e traficantes no morro dos Macacos, em Vila Isabel. (O Globo).

Antonio Carlos Costa

Antonio Carlos Costa

Teólogo, jornalista e ativista social. Plantador da Igreja Presbiteriana da Barra (Rio de Janeiro) e fundador da ONG Rio de Paz. Nascido no Rio de Janeiro em 1962. Casado com Adriany. Pai de três filhos: Pedro, Matheus e Alyssa.

Leave a Reply